NOTÍCIASFAZER DOS DIREITOS HUMANOS UMA REALIDADE GLOBAL

TOUR DE EDUCAÇÃO SOBRE OS DIREITOS HUMANOS PERCORRE TAIWAN

Uma das muitas escolas alcançadas pelo tour da Jovens pelos Direitos Humanos em Taiwan (acima); escolas são reconhecidas (canto superior direito); e Wil Seabrook assina autógrafos para os alunos (canto inferior direito).

Um tour de duas semanas de educação sobre os Direitos Humanos viaja para seis cidades em Taiwan para o lançar 70º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos com o esclarecimento transmitido com música e arte, e inspirando milhares de pessoas.

Em comemoração ao 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 10 de dezembro de 2017, a equipe da Jovens pelos Direitos Humanos Taiwan inaugurou um tour de educação sobre os direitos humanos em escolas e universidades de todo o país.

Junto a eles estavam Rahul KC, Presidente da Jovens pelos Direitos Humanos Nepal, e Wil Seabrook, Embaixador da Jovens pelos Direitos Humanos e fundador da Rock for Humans Rights.

O tour começou na Universidade de Chung Cheng, onde os estudantes assistiram pela primeira vez os 30 anúncios de utilidade pública da Jovens pelos Direitos Humanos e o documentário A História dos Direitos Humanos. Depois Seabrook cantou “Blackbird” dos Beatles e sua canção original: “Candle”. Ele compartilhou sua própria experiência com abusos dos direitos humanos e as soluções para eles, dando aos estudantes uma chance, por sua vez, para contar suas próprias histórias. Rahul KC falou da razão pela qual dedicou sua vida à educação sobre os direitos humanos. Ele enfatizou a importância da responsabilidade — de acordo com o artigo 29 da Declaração Universal dos Direitos Humanos sobre o dever de proteger os direitos e liberdades de outros — e fez uma apresentação com slides de suas atividades, dando aos alunos exemplos das várias maneiras de promover os direitos humanos.

“Eu não tenho que tentar salvar o mundo. Eu posso ser a pequena vela que é uma luz para os outros.”

Um padrão semelhante continuou pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Jinwen, a Universidade Nacional de Taipé, a Escola Católica do Ensino Médio Fu Jen, a Escola do Ensino Médio Nan Hwa, a Escola do Ensino Fundamental Taipé Dongmen e mais — um total de 17 escolas.

Os estudantes estavam inspirados, fazendo declarações como: “É a primeira vez que compreendo os 30 direitos humanos e seu conteúdo”, “Eu quero ser um defensor dos direitos humanos” e “Eu não tenho que tentar salvar o mundo. Eu posso ser a pequena vela que é uma luz para os outros.”

Em apenas 2 semanas, o tour já havia realizado 26 eventos em seis cidades, alcançando mais de 4 mil jovens.

Tudo culminou na celebração do Dia dos Direitos Humanos na Capela da Igreja de Scientology Kaohsiung, onde a arte dos direitos humanos dos alunos foi exibida. O diretor do Departamento de Educação da cidade de Kaohsiung falou e reconheceu os estudantes.



FATOS

Declaração Universal dos Direitos Humanos em termos de números

Para o 70º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, vamos ver as estatísticas.

18

MEMBROS

de origens políticas, culturais e religiosas compuseram a comissão para criar a Declaração Universal dos Direitos Humanos

70

ANOS

com a Declaração Universal dos Direitos como documento orientador para definir, proteger e manter os direitos humanos

500+

IDIOMAS

Em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi traduzida, se tornando o documento mais traduzido na Terra

193

MEMBROS DAS NAÇÕES

que defendem a Declaração Universal dos Direitos Humanos como plataforma das Nações Unidas para a paz mundial

48

NAÇÕES

assinaram a declaração original para ratificá-la em 1948



PROTEJA OS DIREITOS HUMANOS

Junte-se ao movimento dos direitos humanos internacionais se tornando um membro da Unidos pelos Direitos Humanos. A Unidos pelos Direitos Humanos ajuda pessoas, educadores, organizações e órgãos governamentais em todas as partes do mundo a se conscientizarem sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

DOWNLOAD »
FAÇA DOWNLOAD