NOTÍCIASFAZER DOS DIREITOS HUMANOS UMA REALIDADE GLOBAL

DE VOLTA A PORTUGAL PARA ENSINAR OS DIREITOS HUMANOS

Criada no Brasil, Cláudia Fernandes e seu filho assumem a defesa e educação de outras pessoas sobre direitos humanos em seu país natal, Portugal.

Mãe e filho, educadores e defensores dos direitos humanos, adotam a campanha da Jovens pelos Direitos Humanos.

Nascida em Portugal e criada no Brasil, Cláudia Fernandes cresceu entre pessoas de muitas culturas, o que moldou sua perspectiva sobre a vida. Sua mãe a inspirou a ser voluntária e ela desenvolveu uma paixão por servir os outros. Ela viveu em 7 países, o que ampliou ainda mais seu nível de aceitação de pontos de vista diferentes. Depois de uma educação universitária em Portugal, ela se mudou para os Estados Unidos.

Vivendo nos Estados Unidos, a necessidade de educação sobre direitos humanos tornou-se real para ela quando sua filha de seis anos de idade sofreu bullying na escola. O professor não apenas foi indiferente, mas contribuiu para isso. Ao encontrar a Jovens pelos Direitos Humanos, Cláudia formou a fundação Incubadora de Jovens Líderes pelos Direitos Humanos com o filho, para desenvolver uma liderança ética, responsável e solidária. “Os direitos humanos são poder”, diz Cláudia. “Mas o importante não é só saber sobre os direitos humanos, mas também ensiná-los aos outros.”

Depois que ela e seu filho participaram da Cúpula Internacional dos Direitos Humanos de 2016 em Nova York, ela ficou inspirada em fazer mais junto com a Jovens pelos Direitos Humanos. Ela voltou para Portugal e começou um projeto sobre direitos humanos em conformidade com o governo local da região do Porto. O objetivo era promover a igualdade e a não violência nas escolas. O projeto incluiu seminários escolares e eventos sobre direitos humanos.

Ela agora tem a permissão para treinar os professores para que eles possam dar continuidade ao projeto com seus alunos. “Se você conseguir ensinar as crianças suficientemente bem, você pode mudar o futuro”, conclui Cláudia.



QUEREMOS Realmente RECEBER NOTÍCIAS SUAS

Os materiais da Unidos pelos Direitos Humanos e Jovens pelos Direitos Humanos são gratuitos para aqueles que os usarem para aprender sobre seus próprios direitos e ensinar aos outros. Aqui está o que alguns disseram quando o solicitaram:

PROFESSOR DE ESTUDOS SOCIAIS, CANADÁ

Eu gostaria de usar esses materiais para abranger cada direito humano em profundidade com a minha turma do nono ano de Estudos Sociais. Eu gosto dos pôsteres como elemento visual e as diferentes lições que estão disponíveis. Eu sinto que meus alunos se beneficiariam muito com esse recurso.

ESTUDANTE DE DIREITO, BRASIL

Eu tenho 21 anos e estou estudando Direito. Desde que eu tinha 18 anos, tenho trabalhado como voluntário em ONGs internacionais. Conheci pessoas de muitos países e sempre compartilhei com elas informações sobre direitos humanos e respeito às diferenças. Eu creio que a educação é o caminho para mudar o mundo para melhor. Eu gostaria de ser um professor e ajudar as pessoas a fazer a diferença. Eu posso enxergar, com a Unidos pelos Direitos Humanos, a possibilidade de ajudar os alunos do ensino médio a entender seus direitos e assimilá-los para desenvolver o pensamento crítico.

DIRETOR DE PARCERIA DE ONGs, MALAWI

O nosso foco é lutar pelos direitos das crianças e jovens. Depois de fazermos pesquisas, notamos que a maioria dos jovens e crianças do Malawi estão expostos a abusos dos direitos humanos, como trabalho infantil, não sendo oferecidos medicamentos quando doentes, casamentos infantis, tortura e outros tratamentos cruéis e desumanos. Por isso, gostaríamos de fazer parceria com vocês para que possamos aprender mais sobre os direitos dos jovens e crianças.

PROFESSOR, CAROLINA DO SUL

Por favor, enviem-me exemplares dos livretos O Que São os Direitos Humanos? para cada uma das minhas crianças. Eu tenho cerca de 180 alunos e acho que essa é uma ótima maneira de abordar as lições que estamos ensinando.

EDUCADOR COMUNITÁRIO, NIGÉRIA

Eu pretendo me reunir com 50 jovens da minha comunidade, reproduzir os vídeos e distribuir o programa que vocês estão fornecendo.



FATOS

Declaração Universal dos Direitos Humanos em termos de números

Para o 70º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, vamos ver as estatísticas.

18

MEMBROS

de origens políticas, culturais e religiosas compuseram a comissão para criar a Declaração Universal dos Direitos Humanos

70

ANOS

com a Declaração Universal dos Direitos como documento orientador para definir, proteger e manter os direitos humanos

500+

IDIOMAS

Em que a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi traduzida, se tornando o documento mais traduzido na Terra

193

MEMBROS DAS NAÇÕES

que defendem a Declaração Universal dos Direitos Humanos como plataforma das Nações Unidas para a paz mundial

48

NAÇÕES

assinaram a declaração original para ratificá-la em 1948



PROTEJA OS DIREITOS HUMANOS

Junte-se ao movimento dos direitos humanos internacionais se tornando um membro da Unidos pelos Direitos Humanos. A Unidos pelos Direitos Humanos ajuda pessoas, educadores, organizações e órgãos governamentais em todas as partes do mundo a se conscientizarem sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

DOWNLOAD »
FAÇA DOWNLOAD